Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Brasileiros em alta

Compartilhe:

‘News 13’: Crise econômica do Brasil afeta comércio na Flórida

O noticiário americano News 13 publicou uma matéria sobre os efeitos da crise econômica do Brasil sobre o comércio no estado da Flórida, nos Estados Unidos. “O Brasil situa-se a um continente de distância, mas o efeito da economia do país já está tendo um impacto negativo nas pessoas e comércios na Flórida Central”, escreve a jornalista Lena Vargas.

   “Além da recessão econômica e a desvalorização da moeda brasileira, líderes políticos também estão enfrentando protestos relativos ao maior escândalo de corrupção do país”, diz ela.

AlejandroPezzini

Alejandro Pezzini, da AMP Group

   “Perfumeland é apenas um dos vários comércios localizados na International Drive em Orlando que atende a turistas brasileiros. No ano passado, mais do que 1/4 dos brasileiros que visitaram a Flórida Central fizeram compras na loja, mas a crise econômica no Brasil já deixou sua marca em 20%, disse Alejandro Pezzini, da AMP Group”, acrescenta Vargas.

   “Recentemente, ficamos muito preocupados com a mudança da economia — particularmente quando se trata de desvalorização da moeda frente ao dólar,” disse Pezzini. “E estamos notando uma mudança no comportamento em nossos visitantes.”

foto (13)

Fernando Piacastelli, da IBA Express

   Os donos da empresa de navegação IBA Express, com sede em Orlando, também culpam a desvalorização do real brasileiro pela queda de 50% nos negócios.

  Fernando Piacastelli, da IBA Express, disse que se resume à instabilidade da moeda. A IBA Express transporta bens que os consumidores compraram em Orlando de volta ao Brasil. E nem são pequenos pacotes. A companhia também transporta contêiners repletos de móveis e outros bens domésticos.

   “Não importa se o dólar está alto demais ou baixo,” disse Piacastelli. “Ele não pode flutuar, digamos assim. Uma vez que ele se estabiliza seja no topo ou no fundo, eles começam a comprar de novo.”

   Isso não é uma preocupação apenas para brasileiros e os comerciantes que vendem para brasileiros. O declínio econômico lá também está evidente no radar da Visit Orlando em estudo econômico de Daryl Cook, um diretor sênior de pesquisa de mercado e perspectivas da agência.

   “O estudo mostra que Canadá, Brasil e Reino Unido somam juntos 55% dos visitantes internacionais para Orlando. De acordo com o estudo, houve também um grande crescimento no número de visitantes brasileiros: um aumento de 20% de 2012 a 2013.

   Isso é muito mais do que o aumento no número de visitantes do Canadá ou do Reino Unido.

   Funcionários da Visit Orlando disseram que brasileiros deverão continuar a vir para Orlando, mas eles estão preocupados com que eles não gastem tanto dinheiro enquanto estiverem aqui.

Deixe seu comentário: