Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

No comando: Laço do Peão

Das 6:00 as 8:00

No comando: Laço do Peão

Das 8:00 as 10:00

No comando: Bom Dia Orlando

Das 8:00 as 10:00

No comando: Microfonia

Das 10:00 as 11:00

No comando: Domingaço

Das 10:00 as 12:00

No comando: Café com Bolacha

Das 10:00 as 12:00

No comando: Vale a pena ouvir de novo

Das 11:00 as 12:00

No comando: Mandei Bem

Das 12:00 as 13:00

No comando: Máquina do Tempo

Das 18:00 as 19:00

No comando: Top Fã

Das 19:00 as 20:00

No comando: Antena Mix

Das 19:00 as 20:00

No comando: Top Fã

Das 20:00 as 21:00

No comando: Amor sem fim

Das 20:00 as 23:00

Cobra píton de quase cinco metros é capturada em Everglades

Compartilhe:

 

Uma píton birmanesa de quase cinco metros de comprimento foi capturada no Possum Head Camp, Parque Nacional de Everglades, no domingo, 7. Junto com ela foram capturados quase 50 ovos que estavam no ninho. O local onde foi avistada fica a quase uma hora a oeste de Fort Lauderdale. O caçador Ron Bergeron, conhecido como “Alligator Ron”, foi chamado e também removeu quase 50 ovos que estavam com a cobra para incubação, que aumentariam ainda mais o número delas nos Everglades.

“Não é normal que eles estejam em um ninho e somos capazes de remover todos os seus ovos também”, disse Bergeron. “Então foi um grande dia para os Everglades porque conseguimos remover cerca de 50 cobras”.

Em abril deste ano, quatro caçadores pegaram uma píton fêmea de mais de cinco metros e 73 ovos em desenvolvimento no Big Cypress Preserve do Everglades, que é o recorde de uma cobra desse tamanho.

A píton por se alimentarem de outros animais como jacarés, cervos, gambás, guaxinins, coelhos e até mesmo linces, as pítons destruíram parte da ordem natural das cadeias alimentares nos Everglades. Ainda existem cerca de 30.000 pítons por lá, de acordo com pesquisadores. Embora elas possam crescer além de 6 metros de comprimento em seu habitat natural, a maioria das existentes no parque mede de 3 a 5 metros.

Origem das pítons na Flórida

De acordo com um relatório da CBS News de outubro, as pítons começaram a povoar o sul da Flórida na década de 1980, quando as pessoas as importaram como animais de estimação do sudeste da Ásia. Uma vez que esses “donos de animais de estimação” perceberam que não podiam cuidar das cobras como animais de estimação, eles os liberavam na mata dos Everglades.

Além disso, em 1992, o furacão Andrew varreu o sul da Flórida, arrancando o telhado de uma instalação de criação de cobras e muitas escaparam. A píton é uma das cinco maiores espécies de cobras na Terra e começou a se alimentar de outros animais na natureza, inclusive jacarés e cervos.

Fonte: CBS News
Foto: Divulgação

 

Deixe seu comentário: